contra as ofensivas machistas da extrema-direita: unidade!

Nas vésperas da data que assinala a luta da mulher trabalhadora contra a exploração e violência de género e a greve feminista internacional, Mário Machado, neonazi conhecido por ter participado num crime de ódio, o brutal assassinato de um homem negro chamado Alcindo Monteiro e vários espancamentos de outras pessoas negras, publicou nas redes sociais … Continue reading contra as ofensivas machistas da extrema-direita: unidade!

Eleições portuguesas: analogias perigosas

Valerio Arcary, publicado originalmente aqui. Mais vale uma hora vermelho que amarelo toda a vida.Mais vale um ano à volta que nunca a casa.Mais vale o calar do mundo que o falar do mentiroso.Sabedoria popular portuguesa É muito importante para a esquerda acompanhar a situação internacional. Mas estamos, talvez, diante do perigo de conclusões apressadas … Continue reading Eleições portuguesas: analogias perigosas

Esquerda: após a hecatombe, o tipping point

Entre as muitas análises e autópsias que se vão elaborando, o essencial pode-se resumir em dois pontos. A esquerda foi, nestas últimas Legislativas, atingida por um projéctil que ela própria disparou em 2015 ao avançar para a Geringonça e esta nunca deveria ter acontecido com perspectiva estratégica, mas apenas e puramente táctica. Isto é, o … Continue reading Esquerda: após a hecatombe, o tipping point

Uma hipótese controversa e otimista perante a maioria absoluta

Os resultados são conhecidos. A vitória do PS é retumbante, sobretudo à luz das últimas sondagens e da fase final da campanha eleitoral ― a maioria absoluta do PS é a notícia da noite. À esquerda ― ou seja, Bloco, CDU e Livre ― sofremos uma derrota pesada: menos 331.550 votos, menos 20 deputados e … Continue reading Uma hipótese controversa e otimista perante a maioria absoluta

Legislativas 2022: Fortalecer a esquerda é votar Bloco

Viragem à direita A crise adensa-se. A vida está bem mais difícil que no período anterior à pandemia para a generalidade da população, em particular e de forma aguda para os sectores mais explorados e oprimidos da classe trabalhadora. As condições de trabalho são piores, crise de habitação, inflação na maioria dos produtos essenciais, cada … Continue reading Legislativas 2022: Fortalecer a esquerda é votar Bloco

Um novo ciclo à esquerda marcado pela unidade

Marcelo Rebelo de Sousa cumpriu com a ameaça de dissolver a Assembleia da República no caso do Orçamento de Estado para 2022 não ser aprovado e marcou já  eleições para o dia 30 de janeiro de 2022. O presidente, timoneiro da direita, deu assim a possibilidade a esta voltar a disputar o poder antes do … Continue reading Um novo ciclo à esquerda marcado pela unidade

Ainda há estrada para andar – se Costa quiser continuar

Se houvesse dúvidas, o que estava previsto aconteceu: o Orçamento de Estado para 2022 foi chumbado. A esquerda não aceitou ― não podia aceitar ― um orçamento que não ia ao encontro, mesmo que moderadamente, da melhoria das condições de vida do povo trabalhador. Tampouco o PS se moveu de forma séria noutras áreas, como … Continue reading Ainda há estrada para andar – se Costa quiser continuar

Greve unitária no setor ferroviário

Hoje está a decorrer uma greve com grande adesão no setor ferroviário, convocada por vários sindicatos que representam o setor e as suas duas principais empresas públicas, a CP - Comboios de Portugal e a IP - Infraestruturas de Portugal. Depois de várias greves nos últimos meses convocadas de forma desfasada, em datas diferentes ora … Continue reading Greve unitária no setor ferroviário

Uma análise inicial das eleições autárquicas

Este texto pretende contribuir com a nossa análise inicial sobre as eleições autárquicas que aconteceram no passado domingo. As autárquicas têm muitas particularidades locais, naturalmente, que se combinam com os processos nacionais e até internacionais, dessa forma não cabe neste texto uma análise detalhada dos diferentes municípios e freguesias. Ainda assim queremos contribuir para os … Continue reading Uma análise inicial das eleições autárquicas

Sara: a mulher negra, emigrante e em situação de rua que foi presa depois de manter uma gravidez indesejada por falta de acesso ao direito ao aborto.

Tentei, confesso, ir procurar qualquer título que parecesse inteligente ou qualquer outra coisa, mas creio que não há nada mais revolucionário do que a verdade e oferecer algo que bata de frente com o que os média têm veiculado sobre Sara é uma obrigação coletiva.  A resposta do estado português a este caso, bem como … Continue reading Sara: a mulher negra, emigrante e em situação de rua que foi presa depois de manter uma gravidez indesejada por falta de acesso ao direito ao aborto.