Professoras/es em luta ― adivinhem quem voltou!

No passado sábado (17 de dezembro) fui à grande manifestação de professores convocada pelo S.T.O.P. Com outros milhares de pessoas, a maioria profissionais da educação, mas não só, desci as ruas de Lisboa em direção à Assembleia da República. Foi impossível não recordar manifestações passadas deste sector, como as do ano de 2008 contra as … Continue reading Professoras/es em luta ― adivinhem quem voltou!

Ocupas pelo clima: a luta continua

O movimento de ocupação de escolas e faculdades dos últimos dias foi o acontecimento mais importante da luta de classes no nosso país, pelo menos, nos últimos meses. Uma lufada de ar fresco num momento de seca política e climática. As notas que aqui deixo nascem do entusiasmo que me transmitiu, mais do que da … Continue reading Ocupas pelo clima: a luta continua

O Balanço de Marta Temido

Costuma-se dizer que em política não há vazios. Pela mesma lógica, na ação governativa não há omissões. Quando algo não é feito, independentemente das intenções, está-se igualmente a seguir uma orientação política; quando uma governante (alegadamente) não consegue impor uma política ao seu governo, mantendo-se no cargo a aplicar uma política de que tem reticências, … Continue reading O Balanço de Marta Temido

Como combater a falta de professores nas escolas?

Nos últimos dias tem feito algum furor mediático a decisão do governo de permitir a contratação de quaisquer licenciados, nomeadamente os pós-bolonha (em geral, com licenciaturas de três anos, sem componente profissionalizante) para dar aulas. Entre quem ensina, professoras e professores, a notícia gerou alguma insatisfação. É normal que quem estudou anos a fio, nomeadamente … Continue reading Como combater a falta de professores nas escolas?

Os ângulos mortos dos anti-identitários

O que acontecia é que os brancos haviam roubado a música aos negros. Toda a música [pop-rock] assenta sobre esse roubo. Diziam que os Rolling Stones roubavam, mas pelo menos eram heróis, pois confessavam o roubo. Muita da música feita nesses anos assentou numa expropriação. […]Em geral, a música pop e rock nasceu de um … Continue reading Os ângulos mortos dos anti-identitários

Os incêndios sempre aconteceram?

Todos os anos o país é assolado por incêndios rurais. A tragédia repete-se em loop com centenas de hectares devastados, habitações destruídas, meios de subsistência desmantelados, perda de vidas e um leque de experiências traumáticas que compõem a memória individual e colectiva. Todos os anos os incêndios abrem feridas de norte a sul e todos … Continue reading Os incêndios sempre aconteceram?

Assassinatos em contexto de violência doméstica aumentam

Sabiam que o crime mais cometido em Portugal é o crime de violência doméstica?  Alguns números: em 2020 foi o crime mais reportado em Portugal, contabilizando-se, em média, 2300 queixas por mês, o que dá cerca de setenta e cinco queixas por dia, três a cada hora. No ano corrente, entre Janeiro e Maio, foram … Continue reading Assassinatos em contexto de violência doméstica aumentam

A cómoda marginalidade política

“Não é a consciência que determina a vida, mas a vida que determina a consciência” - MARX, Karl; ENGELS, Friedrich em “A Ideologia Alemã “I can't explain, you would not understand, this is not how I am I have become comfortably numb” – Comfortably Numb, Pink Floyd A vida colectiva, conduz-nos ao movimento dinâmico da … Continue reading A cómoda marginalidade política

Greve na CP – Chega de chantagem!

Por Igor Constantino, Ferroviário. Membro da Sub-CT da Oficina de Campolide da CP. Os trabalhadores da CP – Comboios de Portugal estiveram ontem em greve convocada pelo SNTSF - Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector do Transporte Ferroviário (CGTP) e pelo SFRCI – Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial e Itinerante. A greve suprimiu a imensa … Continue reading Greve na CP – Chega de chantagem!

Somos esquerda, somos Bloco

Hoje, dia 14 de Maio, a Mesa Nacional do Bloco de Esquerda aprovou a adesão colectiva das militantes do Semear o Futuro. Juntamo-nos ao Bloco de Esquerda com muito entusiasmo e energia militante: viemos para somar! Abaixo, publicamos a carta enviada à Mesa Nacional do Bloco de Esquerda requerendo a adesão, agora concretizada. Somos militantes … Continue reading Somos esquerda, somos Bloco