Disputa e construção: as árvores não crescem no ar

O Marxismo ensina-nos que sem a constatação da realidade não haverá progresso. Há assim dois factos que é preciso afirmar: as forças de esquerda revolucionária são altamente minoritárias e as massas são ainda guiadas maioritariamente pela política burguesa e reformista. Esta realidade conduz-nos a um erro de caracterização no esforço de afirmar alternativas revolucionárias - … Continue reading Disputa e construção: as árvores não crescem no ar

Itália: centro-esquerda abalado resiste a subida da direita

Nos passados dias 20 e 21 de Setembro, após adiamento motivado pela pandemia, ocorreram em Itália eleições regionais e locais em sete regiões do país - Veneto, Liguria, Toscana, Marche, Campania, Puglia e Valle d'Aosta - e a votação de um referendo de alteração constitucional. Os eleitores pronunciaram-se favoravelmente neste referendo nacional sobre a reforma … Continue reading Itália: centro-esquerda abalado resiste a subida da direita

Bielorrússia: Tirar a classe trabalhadora de entre a espada e a parede

A crise política na Bielorrússia é o mais recente acontecimento no contexto de disputa geopolítica entre o bloco ocidental, composto pelos EUA e a União Europeia, e a Federação Russa de Putin, que procura afirmar-se como o estado pan-eslavista que reúna os diversos estados da Europa de Leste. É impossível abordar a Bielorrússia independentemente da … Continue reading Bielorrússia: Tirar a classe trabalhadora de entre a espada e a parede

Classe e Consciência: Sobre a classe trabalhadora

Um texto de um homem branco, heterossexual e europeu O carácter do trabalho e a definição da classe trabalhadora revelam-se as principais questões para qualquer organização política que se reivindica de Esquerda. Não sendo pontos de respostas consensuais, estas originam consequentemente diversos pontos de vista e tácticas. No sentido de contribuir para o debate, é … Continue reading Classe e Consciência: Sobre a classe trabalhadora

Uma questão de direcção

No início da minha formação política, que decorrerá indefinidamente, fui desde muito cedo exposto à ideia de que era preciso um novo partido revolucionário em Portugal, o que acabei por assimilar um pouco acriticamente. Tomo hoje consciência deste facto, não porque a afirmação esteja incorrecta por si, mas por se demonstrar não ser pertinente na … Continue reading Uma questão de direcção

Não há autoestradas

A afirmação do título é cada vez mais uma constatação, frequentemente mal interpretada ou, pior, deturpada. Escrevo-a no sentido da relação, muitas vezes contraditória, entre a presente situação política e as suas perspectivas futuras, cujas caracterizações e análises são fundamentais para a construção de partidos ou de qualquer tipo de organização política. Se pensarmos nas … Continue reading Não há autoestradas